29/03/2017

HOJE, SOU EU A RAINHA!




Escrevi este post ontem, pouco antes da meia noite, porque hoje quero fazer tudo menos olhar para o blogue. 

Eu gosto de fazer anos, mesmo não aceitando a forma como o tempo se me escapa por entre os dedos. Eu gosto de fazer anos porque aprendi a encarar este dia como uma celebração a mais um ano que chega. Como um agradecimento por estar viva, estar feliz e ter saúde. Por ainda ter comigo todas as pessoas que me são importantes. 


É com este espírito que dou as boas-vindas aos 34.


Não peço nada. Não espero nada. Peço que a vida seja tão minha amiga e companheira como tem sido até agora. E já não é pouco! ❤


Com vocês, "encontro-me" aqui amanhã num novo post! ☺


BEIJOO*

28/03/2017

AMAR PELOS DOIS



Há dias em que nos chateamos com as redes sociais. Há dias em que nos questionamos sobre o custo/benefício da presença da internet nas nossas vidas. E depois, chegam até nós estas maravilhas directamente do nosso país e em tempo real e esquecemos todas as dúvidas. Para quem vive fora, para quem não acompanha os canais portugueses e quase não vê televisão (EU!), só tem é de agradecer a todos os santinhos por estarmos no auge da era digital, que nos permite ter um acesso privilegiado à informação.

Quando vi a actuação do Salvador Sobral fiquei sem palavras. Mas com lágrimas nos olhos de tanto orgulho. E não estou a pensar nas possibilidades de Portugal na Eurovisão, até porque acho que esta música é boa demais para ser elevada a um nível tão massificado. Estou a falar de um tipo de música e de artista que Portugal esperava e necessitava há muito tempo. Estou a falar da beleza e da magnitude desta arte que é a música. Estou a falar de emoções.

Amar pelos Dois é emoção pura. Mesmo para quem não entenda uma única palavra. A melodia, a letra, os arranjos, a voz do Salvador... tudo roça a perfeição. Uma perfeição que quis partilhar (a rebentar de orgulho) com alguns ingleses e espanhóis e a opinião foi unânime: SUBLIME! 

Cá em casa, já deixamos de a ouvir, depois de dias e dias a tocar em modo non stop. Porque temos medo que a canção caia na banalidade... e ela é boa demais para deixarmos que isso aconteça.

27/03/2017

SIDE STRIPE PANTS



Precisava de uma semana para mim, daí nos últimos dias ter estado totalmente off do blogue (eu sei que vocês entendem). ☺ Esta semana prometo que vai ser diferente e, para começar, um look com umas calças de listras laterais que adoro. Sabem que esta foi uma das principais tendências deste Outono/Inverno, mas não foi fácil encontrar umas que me convencessem. Contra todas as expectativas, encontrei este modelo com a listra em amarelo já no fim dos saldos da Zara e tenho usado bastante desde então.

Aqui, decidi usar o truque da sobreposição e gostei do resultado, porque me revejo muito. Sou eu, sinto-me confortável e isso, para mim, é o mais importante num look.


As peças são todas Zara de colecções passadas, excepto os botins, que são Massimo Dutti desta temporada. 










Espero que gostem!!

20/03/2017

COMO ME MANTENHO (MAIS OU MENOS) FIT

Por aqui falamos muito de tendências. Do mais natural, sendo este um blogue mais focado em moda. No entanto - e tenho esperança que já tenham notado -, há algum tempo que venho tentando dar-lhe um conceito mais abrangente. Por nenhum motivo em especial, apenas porque me tem apetecido falar de outros interesses meus e que vão muito para além de roupa e sapatos. Gosto de falar-vos de televisão, de cinema, de música, de receitas, de decoração. Do meu rol de paixões. Sabem aquela pessoa de paixões? Sou eu. Quando gosto, vibro mesmo e quero partilhar, quero falar, quero comentar. E o My True Options tem reflectido isso, as minhas paixões, e é assim que quero que continue.


Hoje, mais uma estreia. Vou falar-vos daquela que eu diria ser uma das tendências mais fortes e com mais adeptos da última década. Falo dos conceitos do "be fit" e "be healthy", ou seja, estarmos com tudo no sítio e ainda gozarmos de plena saúde. Como qualquer tema da actualidade, trending topics nas redes sociais, teríamos aqui um bom motivo de discussão, no entanto, o que pretendo mesmo com o post é partilhar com vocês algumas práticas que me ajudam (acredito) a levar uma vida relativamente saudável. Sem fanatismos nem fundamentalismos. 



ALIMENTAÇÃO



Já aqui falei que tenho cuidado com aquilo que como desde os meus 14 anos. Tenho tendência a níveis altos de triglicéridos, o que me levou a ser seguida até aos 20 anos pela equipa de nutricionistas pediátricos do Hospital São João. Foram anos e anos de "lavagem cerebral", daí que estou mais do que habituada a ler rótulos e a saber aquilo que me faz bem e aquilo que não devo comer. Por sorte, lá em casa os meus pais sempre nos habituaram a uma alimentação bastante equilibrada, o que ajudou neste processo. Por isso mesmo, e sem quaisquer fundamentalismos, posso dizer que:


  • Refrigerantes e néctares estão completamente fora da minha dieta diária, tal como bolos, bolachas e todo o tipo de pastelaria, principalmente a industrial. Já a caseira, ocasionalmente.
  • Enlatados e congelados, o menos possível. 
  • Produtos edulcorados e os chamados "light", nem vê-los! 
  • Dou sempre prioridade a produtos frescos, frutas e legumes de todo o tipo (gosto de quase tudo), adoro feijão e grão de bico, como carne, mas prefiro peixe, principalmente ao jantar. 
  • Como muitos cereais (flocos de trigo sempre), como nozes, avelãs e amêndoas, como presunto (ibérico), evito fiambre (mesmo de perú) e quando compro, prefiro o da perna, porque é o que contém mais % de carne na sua elaboração. 





  • Iogurtes, naturais, sempre. Nada de edulcorados, nem tipo grego. Sabem muito bem mas têm nata e muita gordura. Mel em vez de açúcar, mas prefiro açúcar a qualquer tipo de edulcorantes. Adoro gelatina, mas da que se faz em casa, não a que já vem pronta a comer e sempre da marca Royal. Queijo adoro, de todos os tipos, e não abdico deles, mas diariamente dou prioridade aos frescos ou aos baixos em gordura. 
  • Como chocolate preto todos os dias, aliás, o chocolate é o meu ponto fraco. O de leite é o meu favorito, mas diariamente, evito. Outro ponto fraco são os gelados, que tento comer ocasionalmente, principalmente os de gelo. 
  • Não como fritos, assados muito raramente, mas como estufados, cozidos e grelhados. Como arroz e como massa, como batatas, embora com moderação. A única gordura que utilizo para cozinhar é azeite extra virgem. 
  • Fast food, quase nunca (podem contar-se pelos dedos as vezes que vou num ano). Já pizzas, não resisto de vez em quando, mas sempre confeccionadas com alimentos frescos, nunca congeladas.
  • Não sou adepta da moda das sementes. De vez em quando como aveia misturada com os cereais. 
  • Como canela todos os dias, seja no leite, seja no chã, seja no arroz doce ou leite creme, aqueles doces caseiros que não me importo de comer ocasionalmente.
  • Não bebo álcool diariamente, não bebo café.


Como disse em cima, não sou nada fundamentalista. O que vos conto é o que tento fazer diariamente, no entanto, ao fim-de-semana e em dias de festa faço a minha cota parte de "desvios". O importante é que esses "desvios" sejam a excepção e não a regra. Acima de tudo, para mim, o principal é ter uma dieta equilibrada, onde entram proteínas, frutas e verduras, hidratos e gorduras saudáveis. 


NATAÇÃO


Já andei em ginásios e nunca gostei. Detesto máquinas, detesto aulas de grupo. Já nadar, sempre foi a minha "praia". Toda a gente sabe que a natação é o desporto mais saudável e completo que existe, no entanto, eu faço-o por prazer, seja na piscina, seja na praia. Para não falar do bem tremendo que faz à mente. É incrível como nos podemos sentir relaxados debaixo de água, o estarmos só nós e os nossos pensamentos, a ouvir apenas o som das braçadas. E quando estou sozinha na piscina, aí é o cúmulo do prazer. Nado durante uma hora, três vezes por semana. Mais do que um desporto, é um vício do qual não consigo abdicar. ADORO ADORO E ADORO! Para não falar de todo o equipamento de natação. Há pessoas que são viciadas em roupa de ginásio, eu sou viciada em acessórios para nadar. Adoro fatos de banho, toucas, óculos e afins. E adoro estar gira na piscina. Se também são fãs de natação, deixo alguns items que me inspiram.



CAMINHADAS


Não suporto running. Só corri uma vez na vida, a prova dos 10 km de Barcelona, e embora tenha chegado ao final, tive de fazer uma cruz. É um desporto de alto impacto e penso que muita gente se esquece disso. É preocupante esta ideia generalizada de que todos podem correr. Não podem, e eu sou o exemplo. No entanto, adoro caminhar. Sou capaz de andar horas e horas sem me cansar. Mas o que faço diariamente são pequenas caminhadas de 30 ou 45 minutos, em passo acelerado, com alguns exercícios pelo meio. Mar, música relaxante nos ouvidos e uma boa caminhada. Para mim, não existe melhor.



BICICLETA

Desde criança que adoro uma bicicleta. Hoje em dia, e com muita pena minha, só ando ao fim-de-semana já que por razões logísticas, todo o equipamento se encontra na minha outra casa, para onde vou quase todas as sextas-feiras. Mas sempre que estou lá, tento pegar na bicicleta ao sábado de manhã e andar pelo menos uma hora. É óptimo para as pernas.



E assim de repente, é tudo! ☺


ATÉ AO PRÓXIMO POST!!

16/03/2017

DESEJO



Não fosse custar quase 300€ e este macacão seria meu de certeza. É da UTERQUE, é em pele e, para mim, está fora de questão investir tanto dinheiro numa peça tão tendência. 

Mas que é de sonho e que é a minha cara, disso não tenho a mais pequena dúvida. ❤